De abril a julho, Sesc Pinheiros oferece curso ‘Arquitetura para crianças’

Em May 2nd, 2017
Categorias: Notícias

A partir de uma campanha de financiamento, a arquiteta Simone Sayegh e a jornalista Bianca Antunes lançaram, no ano passado, o livro “Casacadabra – Invenções para morar“, pela editora independente Pistache Editorial.

Cheio de ilustrações coloridas – assinadas por Carolina Hernandes – de algumas das dez casas mais inovadoras, lúdicas e interessantes do mundo, o livro traz o universo da arquitetura e das cidades como território de aprendizado e convívio humano para a linguagem da criança.

Agora, o Sesc Pinheiros transpõe a proposta do livro para uma atividade prática e muito divertida, o curso “Arquitetura para crianças”,

concebido pelo projeto “Arquite-tô“, que começa em abril e vai até o dia 1º de julho, sempre aos sábados, das 10h30 às 12h30. A ideia é estimular os pequenos a pensar em como os ambientes por onde eles circulam são construídos, e assim estimulá-los a influir ativamente na cidade.

SESC dá curso de arquitetura para crianças

Créditos: Pistache Editorial e Catraquinha
O curso foi concebido por Bianca Antunes e Simone Sayegh, sócias da editora independente Pistache Editorial, e por Carolina Hernandes, designer e ilustradora.

Como funciona?

Apesar de ser um curso de longa duração com uma metodologia pensada para abranger os mais diversos aspectos da arquitetura, o participante pode fazer quantos módulos quiser, não é necessário estar inscrito desde a primeira atividade. Das formas geométricas à estrutura das casas; da planta da casa do senhor Rato à criação de um abrigo em tamanho real com tubos de papelão; da invenção de um espaço lúdico ao planejamento de uma cidade imaginária.

Dividido em três módulos de quatro aulas cada, o curso “Arquitetura para crianças” é recomendado para crianças a partir de sete anos -infelizmente meus pequenininhos vão ter que ficar de fora por enquanto-. As inscrições ocorrem por módulo e devem ser feitas antecipadamente na própria unidade.

Módulo I (Abril) – O desenho que vira casa

Este módulo abordará a construção de vocabulário visual a partir da geometria e da representação plástica, considerando formas geométricas, representação (planos e elevações), cores e revestimentos e dimensões (do 2D para o 3D, transformando polígonos em figuras tridimensionais).

Módulo II (Maio) – Como as construções ficam em pé?

Neste módulo haverá a exploração da tridimensionalidade a partir de proporção, estrutura e escala, considerando percepção do espaço, equilíbrio de pesos e forças, cúpula geodésica e estruturas.

Módulo III (Junho) – Construção de uma cidade imaginária

Será abordada a construção da cidade, envolvendo formas de morar, edifícios coletivos, espaços lúdicos e planejamento onírico da cidade no meio ambiente.

Texto original retirado do site Catraquinha

Ler mais sobre: Notícias
Por Joana
joana scheer comente
Comente