Segredos da maternidade

Em October 8th, 2015
Categorias: Experiências

A gente vê pela internet imagens de crianças e mamães sorrindo, felizes e contentes. Assistimos na televisão comerciais aonde uma mãe linda, maquiada e super disposta preparar um café da manhã com tudo o que tem direito antes dos filhos irem pra escola. Bebês e mamães brincando durante a troca de fraldas, uma festa do algodão doce. Só que na vida real não é bem assim… Reuni aqui uma lista do que as mães guardam pra elas sobre a árdua e deliciosa maternidade.

 

  • A dor da peridural não é tudo isso. Dizem que dói muito, mas não é bem uma dor. O que incomoda mesmo é uma fisgada e o fato de ter alguém com uma agulha na sua coluna.
  • Amamentar dói. Depois acostuma, mas no início pode até sangrar, e dói mesmo.
  • O leite pode levar até 3 dias pra começar a descer, não se desespere. Quando tive o primeiro filho fiquei desesperada porque achei que não teria leite. Ele nasceu, sugava e nada. Quando o parto é normal/natural normalmente desce mais rápido porque a passagem do bebê pelo canal vaginal “avisa” o cérebro de que é hora de produzir leite. Após uma cesariana o leite pode levar até 3 dias pra começar a descer.
  • Você vai chorar muito nos primeiros dias de vida do bebê. Vai chorar de medo, de alegria, de dor e sem motivo também.

  • Cocô de recém nascido não fede. Tem um cheiro adocicado que eu sinceramente acho até meio gostosinho. Não que eu queira usar como perfume mas… não é ruim, nem nojento.
  • Às vezes você vai amamentar (seja no peito ou dando mamadeira) “de má vontade”. Eu amo amamentar, amo cuidar do meu filho, mas de madrugada pra mim não quero mais nada além de dormir. Não se culpe se você se sentir assim também de vez em quando.
  • Você vai ficar medrosa. Sabe aquele esporte radical que você fazia antes de engravidar? Voce pode até voltar a fazer depois do nascimento do bebê, mas nunca mais será a mesma coisa. E não estranhe se atividades que antes te davam prazer agora lhe dão medo… é parte do instinto materno. A mãe procura preservar sua saúde pra estar disponível pra cuidar do bebê.
  • Amamentar emagrece, e muito. Na primeira semana após o nascimento dos meus filhos eu emagreci 11kg. Amamentar emagrece muito e dá sede também.
  • Não importa o quão boa você seja, você sempre vai achar que não é o suficiente. A culpa acompanha as mães diariamente, e é difícil lutar contra ela. Alguns anos são necessários até que você entenda que você é realmente a melhor mãe que seu filho poderia ter
  • Palpites são irritantes. Conselhos são ótimos, mas palpites realmente incomodam as mamães. Já colocamos muita pressão nas nossas próprias costas, tudo o que não precisamos é de alguém se achando melhor do que nós com seus palpites.
  • Antes de você ensinar qualquer coisa com seu filho, vai aprender. Vai aprender a lutar, aprender a ser leoa. Aprender o que é amar incondicionalmente de verdade e aprender a ter paciência porque…
  • Você não tem paciência. Por mais que você seja paciente só vai descobrir o que é ter paciência de verdade quando tiver um filho.
  • Existe um monstrinho dentro de você. Um monstrinho que só mostra as caras quando chega um filho. Um monstrinho que quer avançar em qualquer um que ameace fazer mal ao seu filho. Um monstrinho que não tem muita paciência, não liga muito pra o que os outros dizem e é meio irritado quando dorme mal.
  • Uma tampa de panela é mais legal do que um super brinquedo… mas você sempre vai querer dar o super brinquedo.
  • Sabe aquela criança mal criada fazendo birra no shopping ou no super mercado? Seu filho VAI fazer isso pelo menos uma vez na vida, não importa o quão educado ele seja.
  • Dormir, comer, tomar banho e fazer cocô terão muito mais valor quando você tiver um filho.
  • Mamadeira também transmite amor. Porque não importa de onde vem, o que importa é o que você transmite enquanto amamenta.
  • Sua audição vai ficar aguçada… demais! Você vai ouvir o bebê chorar mesmo quando ele estiver dormindo. E isso tem 99,9% de chance de acontecer durante o banho.
  • Você vai ser feliz! Por mais que tudo seja difícil, e por mais que as coisas desmoronem ao seu redor, o fato de o seu filho existir te faz feliz.

Uma vez ouvir uma frase que pra mim define a maternidade… essa frase diz que “o amor de mãe é a expressão do amor de Deus na terra”. Assim como Deus nos ama (independente do que fazemos, de como estamos), as mães amam seus filhos. E é exatamente isso.

Ler mais sobre: Experiências
Por Joana
joana scheer comente
Comente