22 produtos para facilitar a vida dos pais (será?)

joana scheer Em June 15th, 2017

No atual mercado voltado para pais, mães e crianças existe de tudo! Centenas de produtos, um mais doido que o outro, e todos com a mesma promessa! Facilitar a vida dos pais. Mas será mesmo que a gente precisa de tudo isso? Será que esses produtos realmente têm potencial pra facilitar a nossa vida? Nesse vídeo reuni 20 produtos que têm como objetivo simplificar as tarefas do dia a dia. Não sei se cumprem o que prometes, mas que tem uns bem engraçados, isso tem. Leia também: Preconceito com crianças

Leia mais)

Baleia Azul, o jogo do suicídio. Entenda e ajude

joana scheer Em April 22nd, 2017

Recentemente um “jogo” foi inventado na Russia. Este jogo se chama “Baleia Azul” e já foi o gatilho para mais de 100 pessoas tirarem suas próprias vidas (só na Rússia). Obviamente como era de se esperar o jogo chegou ao Brasil e já fez algumas vítimas por aqui. Quando eu fiz o vídeo eram “apenas” 3. Este número já subiu drasticamente desde então. No vídeo de hoje eu falo sobre o que é este jogo e quais são os desafios propostos. Falo também sobre grupos de combate ao Baleia Azul, como o Baleia Rosa que é um jogo semelhante, mas que te convida a fazer coisas boas, que vão te fazer sentir melhor. Assista o vídeo no Youtube para uma melhor qualidade, deixe seu “gostei” pra nos ajudar a crescer, compartilhe com quem precisa ouvir e se inscreve no canal que agora tem vídeo toda quarta e sexta-feira.

Leia mais)

“A mamãe só está cansada” – por Aurea Gil

joana scheer Em February 22nd, 2016

Numa dessas, a mãe acordou. Deu um tapa na cabeça dela, falou num grito: “Fica quieta aí e senta!”. Ela chorou um pouquinho, lágrimas escorreram. Meu coração apertou. Tive vontade de fazer algo, mas achei que era muita invasão da vida alheia e fiquei quieta.   Na maternidade diversas vezes encontramos textos lindos que geram em nós ânimo pra mudar o que está ruim, alegria, emoção. Mas hoje eu li um que extravasou tudo o que eu já senti em textos assim. Um exemplo de como agir, uma prova de que o amor brota, multiplica e muda vidas gerando mais e mais amor. Me identifiquei sim com a mãe e me emocionei. Me emocionei porque num mundo onde apontar o dedo (como aqui por exemplo) ver uma atitude de amor assim emociona. A ala dos descontentes e das mães perfeitinhas sempre existiu e sempre vai existir, mas vou exercer meu direito de ignorá-la e deixar aqui pra vocês esse lindo texto de AUREA GIL.   “Finzinho da tarde, no ônibus, dois bancos à frente, uma menininha de cabelos cacheados sorri pra mim, muito meiga. Devia ter uns três anos de idade. Ao lado dela, sua mãe cochilava. Quando ela percebia que […]

Leia mais)

Mamães, vamos desabafar e nos ajudar mais?

joana scheer Em February 17th, 2016

“ah, a gente devia fazer um grupo de mães pra conversar, desabafar. Sempre que eu converso com outras mães me sinto melhor”… e não é que é assim mesmo? Eu sei eu sei, estou ausente… muita coisa rolando e muita novidade chegando 🙂 Bom, Mikael mudou de escola por conta da idade e por ser pertinho de casa vamos andando todos os dias. Umas três vezes encontramos com outras mães que moram no mesmo condomínio que a gente e fomos conversando durante todo o percurso. Hoje ao levar o Gabriel na escola também bati um papo com a diretora –que também é mãe- e ela soltou “ah, a gente devia fazer um grupo de mães pra conversar, desabafar. Sempre que eu converso com outras mães me sinto melhor”… e não é que é assim mesmo? Eu vivo choramingando pra meus amigos mais íntimos como me sinto pequena e insegura como mãe. Como parece que eu faço tudo errado quando eles dão xilique. Me questiono dia e noite e por muitas vezes termino o dia frustrada e me sentindo culpada por não ter sido perfeita boa o suficiente. Não existe essa de perfeição, blá blá blá, mas não adianta, esse é […]

Leia mais)

10 dicas para lidar com crianças difíceis

joana scheer Em January 8th, 2016

Sabe aquela criança linda que você olha e logo pensa. “Nossa, que criança linda, como desliga?”. São os meus. Meus filhos são muito bonzinhos, mas quando preciso sair é uma luta épica encontrar alguém que fique com eles pra mim, ninguém encara. Não porque eles sejam malvados ou pestinhas, mas eles são sim difíceis de lidar. Sabe aquela criança linda que você olha e logo pensa. “Nossa, que criança linda, como desliga?”. São os meus. Elétricos, não param um minuto sequer. E se não sentem firmeza desde o início fazem você de gato e sapato. Quando estão comigo não tem birra em shopping/mercado, eles não saem correndo pro meio da rua (embora eu procure não arriscar) dificilmente agridem amiguinhos ou um ao outro e se comportam bem, mas basta outra pessoa “ficar à frente” e pronto, é teste atrás de teste até a pessoa “provar o seu valor” hahaha. Sei que os meus não são os únicos e hoje reuni aqui algumas dicas de como lidar com crianças difíceis. Firmeza. Ser firme não é ser grosseiro, mas o tom de voz é fundamental. Um tom alto (não gritando, óbvio) e seguro basta. Tente e verá. Postura Parece brincadeira mas não […]

Leia mais)

Ameaças vazias e seus efeitos nas crianças

joana scheer Em January 2nd, 2016

O que fazer com as ameaças vazias? Primeiramente quero dizer que não sou pediatra, médica, super nanny ou especialista. Sou mãe e esse texto é baseado no que eu vivo, no que eu faço e no que eu penso sobre a maternidade. Aqui não tem receita infalível. Eu não tenho problemas em sair com os três pra ir ao shopping ou ao mercado, mas basta mais uma pessoa pra que tudo mude e se transforme em um caos. No intuito de chamar a atenção dessa terceira pessoa eles se agitam, brigam, correm quando eu peço pra ficar perto  e eu preciso em um ato de desespero recorrer à ameaças, o que eu detesto fazer. “Se você não obedecer precisaremos ir embora.” “Se brigarem de novo eu vou guardar o brinquedo.” “se bater mais uma vez no irmão vai pro castigo”, e por aí vai. Algumas vezes eu fiquei TÃO fora de mim, com raiva, vergonha, tristeza, decepção, tudo junto num bolo de negatividade dentro de mim que fiz as famosas “ameaças vazias” que sempre colocam tudo a perder. Por que? Bom, se você fala algo pra uma criança e não faz, aos poucos ela vai perdendo a confiança no que […]

Leia mais)

Visita ao novo bebê. Como agir com o filho mais velho?

joana scheer Em December 18th, 2015

Eu tenho três filhos. Quando o Daniel nasceu tive a ideia de dar aos outros dois um presente supostamente dado pelo Dani. Fiz isso também para evitar ciúmes, mas principalmente para que eles se sentissem especiais também, já que as atenções estavam todas voltadas pro novo bebê. Quando o bebê nasce é aquela festa! Visitas, presentes, todo mundo fala no bebê e muitas vezes o (ou no meu caso, os) mais velho fica “de lado” por uns dias. Quando o segundo filho é pequeno também, não tem capacidade ainda pra entender que ele é amado e que todo esse auê vai passar, e isso pode ferir os sentimentos dessa criança trazendo o sentimento de abandono. Aqui reuni algumas dicas de como agir com o filho mais velho durante a visita ao novo bebê. 1 – Cumprimente o mais velho primeiro. Transmita a ele a sua alegria em vê-lo. 2 –  Entenda se houver birra. O filho mais velho está se sentindo intimidado com a chegada do bebê e muitos têm medo de abandono. Com isso, vai fazer o possível pra chamar a tenção. 3 – Não compare os dois em nada. 4 – Elogie o mais velho. “Olha que lindo […]

Leia mais)

Repelentes naturais – 7 receitas pra fazer em casa

joana scheer Em December 8th, 2015

Sempre foi importante proteger nossos pequenos de qualquer ameaça que possa cercá-los. Com essa onda de microcefalia o cuidado precisa dobrar. Não podemos nos esquecer no entanto que repelentes podem causar alergia e toxicidade se utilizados mais do que 3x ao dia. Pensando nisso reuni algumas receitas de repelentes naturais que podem ser feitos em casa mesmo com muita facilidade.   Repelente caseiro para bebes e crianças. Pode ser utilizado em bebes a partir de 2 meses de vida. 1 embalagem 150 ml do hidratante Proderm 1 colher de óleo essencial de alfazema Modo de preparo Num recipiente de vidro misture muito bem o conteúdo de cada uma destas embalagens e depois guarde-a no frasco do Proderm. Aplique em todas as áreas do corpo expostas ao mosquito, diariamente, de 6 a 8 vezes por dia. O complexo B possui um aroma que afasta os mosquitos, prevenindo suas picadas. Para complementar este tratamento caseiro basta acender uma vela de citronela, que também é um excelente repelente natural em cada cômodo da casa para manter os mosquitos afastados.   Repelente para bebês 2 1 pomada hidratante para bebês (por exemplo: Proderm emulsã hidratante, ou a que o pediatra do seu filho recomendar) 20 […]

Leia mais)

Escolinha ou não, eis a questão!

joana scheer Em December 2nd, 2015

Eu não queria colocar meus filhos na escolinha até eles completarem 3 anos. Eu não queria terceirizar a educação deles, afinal EU sou a mãe e a obrigação é toda minha. Ajuda? Não posso pedir ajuda, eles são MINHA responsabilidade. E aí, a realidade bateu à minha porta. Nasceu o Mikael. Não foi fácil, fiquei cheia de medo porque nunca tinha sequer trocado uma fralda (leia sobre isso aqui) mas fui dando conta, Confesso que sempre que podia deixava-o no colo de amigos pra que eu tivesse ali alguns minutos de “eu comigo mesma”, nem que fosse pra ir ao banheiro ou tomar um copo de água. Nasceu o Gabriel, e na época o Mika tinha acabado de completar um ano. Agora eram dois, ficou muito mais difícil mas eu dava conta. Já me estressava bastante ao final do dia, com dois bebês 100% dependentes e um deles correndo por tudo (Mika andou com 9 meses) mas sem noção nenhuma de perigo. Era um olho no peixe, outro no gato, outro nos afazeres domésticos e teoricamente outro em mim mesma. Me mudei pra São Paulo e aqui nasceu Daniel. Agora temos aqui 1 bebê 100% dependende, e outros dois já […]

Leia mais)

Acabou a luz! E agora?

joana scheer Em November 14th, 2015

Essa semana deu uma ventania absurda por aqui e a luz acabou! A previsão de volta era de 3 a 6 dias, o que me fez quase ter um colapso só de me imaginar com 3 crianças pequenas em casa, sem nada para distraí-los nem por um minuto. Não costumo largar meus filhos nas mãos da tecnologia mas tenho que confessar que uma televisão ajuda, e muito nas “horas chave” do dia, como quando a mamãe precisa fazer o número 2 por exemplo. Sou “tímida” nessas horas e não consigo fazer nada com plateia. Banheiro é hora de ficar sozinha, e ponto. Mas e agora? Sem luz? Tudo aconteceu durante a tarde então quando fui buscar os meninos  na escola já não tinha mais energia. Resultado? Descer as escadas com o Dani no colo, pegar os meninos e subir até o oitavo andar com um bebê –de 10kg- no colo, duas mochilas na outra mão e duas crianças atrás de mim a passo de tartaruga (não que eu fosse mais rápida do que eles, ainda mais com peso extra). A noite foi chegando, eu fui fazendo tudo o mais rápido que pude porque estávamos sem lanternas, apenas com uma vela […]

Leia mais)

Sobre o vídeo do menino quebrando tudo na escola

joana scheer Em October 30th, 2015

Vi recentemente um video de um menino de 7 anos quebrando tudo na escola. Enquanto ele jogava papéis, cadeiras e caixas no chão os funcionários filmavam indignados cogitando chamar a policia. O vídeo tem mais de 4 milhoes de visualizações e mais de 100.000 compartilhamentos e apareceu na minha timeline do facebook umas 10 vezes pelo menos em um só dia. E em todos, comentários do tipo “isso é um pequeno marginal”, “meu filho jamais faria isso”, “isso é culpa dos pais que não educam”, todo mundo tinha algo a dizer do menino, ou de seus pais. Os autores do vídeo escreveram uma pergunta… “o que fazer? Indiciar os pais?”. Eu raramente falo algo de peso em redes sociais porque sinceramente tenho preguiça de discutir, mas essa pergunta eu vou ter que responder.

Leia mais)

Criança dando trabalho? Bota pra “trabalhar”

joana scheer Em September 30th, 2015

Aqui em casa pelo menos não existe melhor maneira de fazer meus filhos se comportarem do que colocá-los pra “trabalhar”. Colocá-los sentados pra pintar, desenhar, recortar é válido durante uns 10 minutos. Depois disso é briga, gritos ou o foco é perdido. É nessas horas que a tinta vai parar na parede, que a farinha escondida no armário vai parar em cada  mm³ da sua casa e por aí vai. Agora se eu preciso cozinhar, assar um bolo, estender roupas, colocar roupas na máquina, varrer a sala, etc… é só eu pedir ajuda que os dois vêm com todo o gosto e fazem tudo o que eu peço. Depois fica aquela sensação maravilhosa de realmente ter ajudado a mamãe. Quem é que não gosta de se sentir útil? Pois é, as crianças também. Depois de perceber que isso funciona tão bem nunca mais parei de usar. Quando eles me ajudam as tarefas demoram mais, mas nosso vínculo se fortalece, eles aprendem a ter responsabilidades (dadas de acordo com a idade, é claro) e se comportam muito, mas muito melhor porque se sentem bem com eles mesmos, se sentem “maduros”. Hoje lendo na internet descobri que tudo isso tem um nome que […]

Leia mais)

Carta de uma mamãe de recém nascido ao seu marido

joana scheer Em September 22nd, 2015

 A gestação traz alegria, muita alegria. Mas com essa alegria vem o medo. Medo de ser uma mãe ruim, medo de desapontar o marido, medo de não corresponder às expectativas (da família, amigos, marido e as dela mesma). Eu sentia tanta coisa, chorava do nada, parecia uma louca mas dificilmente dizia o que sentia pro meu marido. Eu mesma não entendia direito o que eu estava sentindo naquele momento e foi difícil pra mim lidar com tudo, principalmente comigo mesma. Se meu marido tivesse entendido como eu estava me sentindo naquele momento tão delicado provavelmente teria me ajudado mais e teríamos discutido menos. Escrevi uma cartinha com tudo o que eu gostaria de ter dito ao meu marido quando meus filhos nasceram. Acredito que muitas mamães vão se identificar.   Amor… quando eu chegar da maternidade estarei com medo, mesmo que já tenha sido mãe antes. Por favor compreenda e me acalme quando eu pirar. Diga que vai dar tudo certo mesmo que você também esteja com medo. Prometo te fortalecer quando você estiver inseguro mas por favor me ajude agora. Eu vou chorar mesmo que eu esteja feliz. Meus hormônios estão bagunçados dentro de mim e tudo o que você pode fazer neste […]

Leia mais)

Sobre como é ter três bebês pequenos ao mesmo tempo

joana scheer Em September 16th, 2015

  Muita gente me pergunta como eu consigo lidar com três filhos pequenos ao mesmo tempo principalmente quando se trata de um na fase de ansiedade de separação, um “terrible two” e um “threenager” juntos! Vou falar um pouco sobre isso hoje. Não sei o que as pessoas imaginam, mas pela intensidade dos comentários que ouço penso que a maioria imagina uma guerra dentro de casa, o caos instalado. E é mais ou menos isso mesmo, mas é assim na maioria das casas com pelo menos um filho, então a diferença não é muita. Minha casa nunca está arrumada. Tem sempre algum brinquedo em todos os lugares da casa, principalmente atrás e debaixo dos sofás e poltronas. É difícil sair com todos ao mesmo tempo quando meu marido não está. É possível, mas difícil e todo um planejamento é necessário antes de sair, de preferência no dia anterior. O Gabriel que tem 2 anos está na fase de teimosia sem argumentos, então quando dá na telha faz birra e se joga no chão, o que pra mim na verdade não é um grande problema mas com um bebê de 6 meses no colo dificulta um pouco a vida. Com o de […]

Leia mais)

Dicas da mamãe Joana #1 – O que NUNCA dizer para uma mãe

joana scheer Em September 15th, 2015

Todo mundo já disse pelo menos uma asneira pra uma mãe, mas existem algumas que beiram o insuportável. É sobre isso que eu falo hoje no vídeo. Veja e se identifique como quem já ouviu alguma dessas coisas, ou como quem costuma falar pras mamães. No post de hoje meu primeiro vídeo falando de palpites e listando 10 (mais de 10) coisas que as mães não precisam ouvir. Existem centenas, talvez milhares de coisas que jamais deveriam ser ditas para uma mãe e se eu fosse listar tudo o vídeo teria mais de duas horas de duração… rs.. mas tá aí um pouquinho do que nos enlouquece. Se você é mãe com certeza vai se identificar, e se não é também vai porque isso vale pra todas as áreas da nossa vida. Nos ajude a crescer e compartilhe, dê seu “like” e visite nossas redes sociais.  

Leia mais)

Meu filho precisa de psicólogo, e agora?

joana scheer Em August 31st, 2015

  Meu filho mais velho tem 3 anos e é uma das crianças mais carinhosas que eu já vi. É inteligente, amoroso, doce, puro de coração e bondoso… mas… Desde que coloquei-o na escolinha ele desde o início apresentou comportamento agressivo. Batia nos amigos, mordia e tinha ataques de raiva que eram desencadeados quando qualquer coisa não era como ele queria. Ficava completamente descontrolado e chegou a levantar com os pés uma mesa enorme com computador e aquelas impressoras grandes em cima. Um adulto não conseguia segurá-lo durante os ataques. A diretora da escola na época me aconselhou a passá-lo com uma psicóloga, e meu mundo caiu naquele momento! Meu filho, lindo, doce, carinhoso, amável tinha um pr oblema que eu não podia resolver! Aliás, naquele momento ele ERA um problema, pelo menos na minha mente. Imaginei a vida que ele poderia ter se as coisas continuassem assim como se fosse uma sentença. Imaginei ele sendo a “criança problema” das escolas (aliás, professores… jamais chamem uma criança assim), não querendo estudar, crescendo rebelde, se envolvendo com drogas… me imaginei chorando de madrugada esperando ele voltar.. Acho que dá pra ter uma noção do quão TERRÍVEL foi pra mim!   Como toda mãe faz, eu […]

Leia mais)