Mario Sergio Cortella: ‘Os pais esquecem que a família não é uma democracia’

joana scheer Em May 16th, 2017

No dia 12 de maio o educador Mario Sergio Cortella deu uma entrevista ao Estadão sobre a educação das crianças no dia de hoje, e eu achei tão interessante, mas tão interessante que resolvi transcrevê-la pra cá e pontuar tudo com a minha opinião pessoal. Lembrando que, cada um cria seu filho como quer, mas as consequências não deixam de vir. O texto original foi escrito por Isabela Palhares e você pode lê-lo aqui. O senhor fala que a atual geração de pais dá “toda voz” às crianças. A falta de tempo faz com que os pais optem por evitar confronto com os filhos? A falta de tempo é uma das causas. Ela não é exclusiva, mas extremamente significativa. Afinal de contas, quando um casal inicia uma discussão, é preciso ter tempo para levá-la adiante e concluí-la, de modo a não sofrer alguma ruptura. A ausência do tempo de convívio leva a uma rarefação também do tempo de enfrentamento. Eu uso a palavra enfrentamento sem nenhum tipo de pudor. Porque toda relação de educação tem dentro dela um enfrentamento. Opinião: Eu acredito que sim. Muitos investem a maioria do seu tempo com trabalho, visando dar uma qualidade de vida melhor […]

Leia mais)

Estamos exigindo demais, crianças precisam brincar!

joana scheer Em July 7th, 2016

Recentemente fui à reunião final do semestre na escola do meu filho e é absurda a insistência dos pais para que as crianças saiam de lá alfabetizadas, tenham lição de casa, etc. Meus filhos estudavam em escola particular e quando o bolso apertou tive que abrir mão disso, e tive medo. Lá eles tinham aulas de inglês, música, educação física, artes e levavam lição de casa. Na escola pública vi algo totalmente diferente, que na verdade me encantou. O brincar! Leia aqui a saga da mudança da escola particular para a púbica Quero deixar claro aqui que estou falando da educação infantil, não de ensino fundamental ou médio. Lá as crianças têm duas refeições em meio período (boas refeições), aprendem a cozinhar e trazem a receita pra casa, brincam no parque, correm, cavam na areia, vão ao banheiro sozinhas, se servem sozinhas num buffet, como em restaurantes self-service sabe? Só que em escala “mini”, rs, e escovam seus próprios dentes. Recortam, colam, ouvem histórias, desenham, pintam, reciclam fazendo brinquedos, mexem no computador uma vez por semana, etc, etc. Brincam, muito. Pega-pega, esconde-esconde, fazem montagem com blocos. Não tem pontilhado, não tem apostila, não tem lista de material. Isso assustou boa […]

Leia mais)

Por que não levo mais meus filhos ao zoológico

joana scheer Em November 24th, 2015

 Sempre que qualquer local tem animais envolvidos faço questão de conhecer os bastidores antes de frequentar ou levar meus filhos. Quero que meus filhos tenham contato com animais e aprendam a respeitá-los desde pequenos, mas será que um zoológico/aquário é necessário nesse processo?   Zoológicos. Não sou inflexível e acredito que existam lugares e lugares. Vivi nos bastidores do zoo de SP na época de faculdade e era maravilhoso. Todos os animais tratados com carinho, bem alimentados e vigilância sanitária sensacional. Pra vocês terem uma ideia até a “organização” dos animais dentro do espaço do zoo e a quantidade de abelhas presentes ali têm um motivo, não é algo aleatório. Eu amava aquele lugar! Enfim, da última vez que eu fui lá foi pra levar os meninos na exposição de dinossauros, maravilhosa por sinal, a área dos felinos estava cheia de urubus e o stress nos animais era visível. O tigre lindo e calmo que eu dizia ser meu filho na época andava de um lado pro outro super estressado. Não sei como estão os bastidores de lá hoje em dia, mas “na minha época” não era assim e tendo visto esta cena (que pra mim mostra claramente que algo […]

Leia mais)