Pai viraliza desabafo após birra de filha em restaurante

joana scheer Em March 11th, 2017

Quem é pai ou mãe sabe que não é nada fácil criar os filhos, e que não tem jeito. Ataques de raiva virão, birra eventualmente acontecerá e o que podemos fazer é ter muita paciência e fazer nosso melhor. Constantemente somos alvo de críticas e olhares fulminantes de pessoas que por algum motivo acham que sabem fazer melhor nosso trabalho. Recentemente um pai passou por isso em um restaurante e decidiu escrever um texto desabafando em sua página do Facebook. Abaixo, traduzi o texto pra vocês porque me identifiquei demais, e imagino que vocês também vão se identificar. * “Estou preso no carro com minha filhinha. Nós saímos pra jantar em família, e ela teve um xilique porque a mãe não a deixou jogar comida. Então ela gritou, e gritou, e chutou, e chutou, e como eu era o único que já tinha terminado de comer, levei minha filha pro carro. Eu a carreguei pelo restaurante e todos me encararam, a maioria deles sem crianças, eu presumo. Ninguém que tenha filhos me olharia daquele jeito, entortando os lábios, como se quisessem dizer, “se você não pode controlar seu filho, então nem saia de casa.” Bom… não. Eu não posso controlá-la. […]

Leia mais)

Criação com apego – minha experiência (ou falta dela)

joana scheer Em October 19th, 2016

Recentemente vi um texto fabuloso do Marcos Mion falando sobre criação com apego. Achei lindo, maravilhoso mesmo. Hoje em dia crio meus meninos assim mas nem sempre foi assim. O Mikael foi meu primeiro filho, e foi cobaia mesmo porque eu nunca tinha nem trocado uma fralda. Não me dava bem com crianças e elas não gostavam de mim. Sempre tive muito prazer em cuidar dele e queria fazer tudo certo pra que ele fosse feliz, seguro e incrível. Mika nasceu, e eu corri pra livros, fóruns, conselhos de pediatras e tudo mais. Fiz tudo o que me diziam pra fazer. Mika dormiu sozinho a noite toda quando tinha 3 meses, sempre teve saúde, teve refluxo (o que me dava nos nervos) e na hora de dormir eu dava boa noite carinhosamente dizendo que era hora de dormir. Eu o colocava no berço e saía. Ele chorava. Eu não atendia. Ia fazer outras coisas enquanto meu nenê chorava me chamando. Eu não sentia remorso ou culpa porque afinal de contas, é normal, mas ele acostuma logo. E assim foi. Em poucos dias ele dormia sozinho. Conforme o tempo foi passando, eu fui evoluindo como mãe, como ser humano, e aprendi […]

Leia mais)

“A mamãe só está cansada” – por Aurea Gil

joana scheer Em February 22nd, 2016

Numa dessas, a mãe acordou. Deu um tapa na cabeça dela, falou num grito: “Fica quieta aí e senta!”. Ela chorou um pouquinho, lágrimas escorreram. Meu coração apertou. Tive vontade de fazer algo, mas achei que era muita invasão da vida alheia e fiquei quieta.   Na maternidade diversas vezes encontramos textos lindos que geram em nós ânimo pra mudar o que está ruim, alegria, emoção. Mas hoje eu li um que extravasou tudo o que eu já senti em textos assim. Um exemplo de como agir, uma prova de que o amor brota, multiplica e muda vidas gerando mais e mais amor. Me identifiquei sim com a mãe e me emocionei. Me emocionei porque num mundo onde apontar o dedo (como aqui por exemplo) ver uma atitude de amor assim emociona. A ala dos descontentes e das mães perfeitinhas sempre existiu e sempre vai existir, mas vou exercer meu direito de ignorá-la e deixar aqui pra vocês esse lindo texto de AUREA GIL.   “Finzinho da tarde, no ônibus, dois bancos à frente, uma menininha de cabelos cacheados sorri pra mim, muito meiga. Devia ter uns três anos de idade. Ao lado dela, sua mãe cochilava. Quando ela percebia que […]

Leia mais)

Mamães, vamos desabafar e nos ajudar mais?

joana scheer Em February 17th, 2016

“ah, a gente devia fazer um grupo de mães pra conversar, desabafar. Sempre que eu converso com outras mães me sinto melhor”… e não é que é assim mesmo? Eu sei eu sei, estou ausente… muita coisa rolando e muita novidade chegando 🙂 Bom, Mikael mudou de escola por conta da idade e por ser pertinho de casa vamos andando todos os dias. Umas três vezes encontramos com outras mães que moram no mesmo condomínio que a gente e fomos conversando durante todo o percurso. Hoje ao levar o Gabriel na escola também bati um papo com a diretora –que também é mãe- e ela soltou “ah, a gente devia fazer um grupo de mães pra conversar, desabafar. Sempre que eu converso com outras mães me sinto melhor”… e não é que é assim mesmo? Eu vivo choramingando pra meus amigos mais íntimos como me sinto pequena e insegura como mãe. Como parece que eu faço tudo errado quando eles dão xilique. Me questiono dia e noite e por muitas vezes termino o dia frustrada e me sentindo culpada por não ter sido perfeita boa o suficiente. Não existe essa de perfeição, blá blá blá, mas não adianta, esse é […]

Leia mais)

Escolinha ou não, eis a questão!

joana scheer Em December 2nd, 2015

Eu não queria colocar meus filhos na escolinha até eles completarem 3 anos. Eu não queria terceirizar a educação deles, afinal EU sou a mãe e a obrigação é toda minha. Ajuda? Não posso pedir ajuda, eles são MINHA responsabilidade. E aí, a realidade bateu à minha porta. Nasceu o Mikael. Não foi fácil, fiquei cheia de medo porque nunca tinha sequer trocado uma fralda (leia sobre isso aqui) mas fui dando conta, Confesso que sempre que podia deixava-o no colo de amigos pra que eu tivesse ali alguns minutos de “eu comigo mesma”, nem que fosse pra ir ao banheiro ou tomar um copo de água. Nasceu o Gabriel, e na época o Mika tinha acabado de completar um ano. Agora eram dois, ficou muito mais difícil mas eu dava conta. Já me estressava bastante ao final do dia, com dois bebês 100% dependentes e um deles correndo por tudo (Mika andou com 9 meses) mas sem noção nenhuma de perigo. Era um olho no peixe, outro no gato, outro nos afazeres domésticos e teoricamente outro em mim mesma. Me mudei pra São Paulo e aqui nasceu Daniel. Agora temos aqui 1 bebê 100% dependende, e outros dois já […]

Leia mais)

Papai Noel? Aqui não tem.

joana scheer Em November 27th, 2015

Eu realmente creio em Jesus e em toda a Sua trajetória e faço questão que meus filhos conheçam esta história de Natal ao invés da balela do papai Noel. Eles recebem visita do papai Noel na escolinha e eu não me importo nem fico enchendo o saco deles por causa disso. Simplesmente lhes apresento minha crença e explico que a historinha do papai Noel é nada mais, nada menos do que uma história. Não os levo ao shopping pra tirar fotos com o bom velhinho porque além de eu evitar a todo custo toda e qualquer fila (principalmente as desnecessárias) eles não fazem questão. Se eles realmente quisessem eu levaria sem problemas. Adoraria enfeitar minha casa com luzes e uma árvore de natal, mas tenho sete gatos, o que torna qualquer coisa “piscante” inviável. Somos menos felizes por isso? Não, meus meninos brincam de papai Noel, fantasiam da mesma forma assim como fantasiam histórias de super heróis, robôs e outras coisas e eu não os privo disso, mas eles conhecem também a história que eu creio ser verdadeira. Minha mãe sempre foi transparente comigo e sempre deixou claro que a história de papai Noel é uma brincadeira de faz de […]

Leia mais)

Sobre o vídeo do menino quebrando tudo na escola

joana scheer Em October 30th, 2015

Vi recentemente um video de um menino de 7 anos quebrando tudo na escola. Enquanto ele jogava papéis, cadeiras e caixas no chão os funcionários filmavam indignados cogitando chamar a policia. O vídeo tem mais de 4 milhoes de visualizações e mais de 100.000 compartilhamentos e apareceu na minha timeline do facebook umas 10 vezes pelo menos em um só dia. E em todos, comentários do tipo “isso é um pequeno marginal”, “meu filho jamais faria isso”, “isso é culpa dos pais que não educam”, todo mundo tinha algo a dizer do menino, ou de seus pais. Os autores do vídeo escreveram uma pergunta… “o que fazer? Indiciar os pais?”. Eu raramente falo algo de peso em redes sociais porque sinceramente tenho preguiça de discutir, mas essa pergunta eu vou ter que responder.

Leia mais)

Sobre como é ter três bebês pequenos ao mesmo tempo

joana scheer Em September 16th, 2015

  Muita gente me pergunta como eu consigo lidar com três filhos pequenos ao mesmo tempo principalmente quando se trata de um na fase de ansiedade de separação, um “terrible two” e um “threenager” juntos! Vou falar um pouco sobre isso hoje. Não sei o que as pessoas imaginam, mas pela intensidade dos comentários que ouço penso que a maioria imagina uma guerra dentro de casa, o caos instalado. E é mais ou menos isso mesmo, mas é assim na maioria das casas com pelo menos um filho, então a diferença não é muita. Minha casa nunca está arrumada. Tem sempre algum brinquedo em todos os lugares da casa, principalmente atrás e debaixo dos sofás e poltronas. É difícil sair com todos ao mesmo tempo quando meu marido não está. É possível, mas difícil e todo um planejamento é necessário antes de sair, de preferência no dia anterior. O Gabriel que tem 2 anos está na fase de teimosia sem argumentos, então quando dá na telha faz birra e se joga no chão, o que pra mim na verdade não é um grande problema mas com um bebê de 6 meses no colo dificulta um pouco a vida. Com o de […]

Leia mais)

O que fazer em caso de abuso infantil?

joana scheer Em September 4th, 2015

  A primeira dica é ter certeza do que está falando ou pelo menos algum embasamento. Ontem aconteceu uma situação muito chata pra mim como mãe, e essa situação me inspirou a escrever o post de hoje então vizinha mal amada, obrigada. O Daniel está com 6 meses, não dorme a noite toda  e tem tido dificuldade de embalar no sono. Tem ido dormir lá pra 1 da manhã, às vezes 2h. Só que antes de dormir ele dá AQUELE show, chora muito, fica incomodado porque está com sono mas não consegue dormir. E esse baile todo começa lá pelas 19h quando eu deixo ele com a minha mãe pra arrumar os outros dois pra dormir. Ele fica sonolemto, mau humorado e chora, reclama, resmunga por QUALQUER coisa. Enfim… minha mãe já tinha ido dormir e eu estava tentando fazê-lo dormir (porque TODO MUNDO que tem um filho sabe que uma criança briga até o fim contra o sono e chora durante todo esse processo). De repente toca o interfone.

Leia mais)