Mamães, vamos desabafar e nos ajudar mais?

joana scheer Em February 17th, 2016

“ah, a gente devia fazer um grupo de mães pra conversar, desabafar. Sempre que eu converso com outras mães me sinto melhor”… e não é que é assim mesmo? Eu sei eu sei, estou ausente… muita coisa rolando e muita novidade chegando 🙂 Bom, Mikael mudou de escola por conta da idade e por ser pertinho de casa vamos andando todos os dias. Umas três vezes encontramos com outras mães que moram no mesmo condomínio que a gente e fomos conversando durante todo o percurso. Hoje ao levar o Gabriel na escola também bati um papo com a diretora –que também é mãe- e ela soltou “ah, a gente devia fazer um grupo de mães pra conversar, desabafar. Sempre que eu converso com outras mães me sinto melhor”… e não é que é assim mesmo? Eu vivo choramingando pra meus amigos mais íntimos como me sinto pequena e insegura como mãe. Como parece que eu faço tudo errado quando eles dão xilique. Me questiono dia e noite e por muitas vezes termino o dia frustrada e me sentindo culpada por não ter sido perfeita boa o suficiente. Não existe essa de perfeição, blá blá blá, mas não adianta, esse é […]

Leia mais)

10 dicas para lidar com crianças difíceis

joana scheer Em January 8th, 2016

Sabe aquela criança linda que você olha e logo pensa. “Nossa, que criança linda, como desliga?”. São os meus. Meus filhos são muito bonzinhos, mas quando preciso sair é uma luta épica encontrar alguém que fique com eles pra mim, ninguém encara. Não porque eles sejam malvados ou pestinhas, mas eles são sim difíceis de lidar. Sabe aquela criança linda que você olha e logo pensa. “Nossa, que criança linda, como desliga?”. São os meus. Elétricos, não param um minuto sequer. E se não sentem firmeza desde o início fazem você de gato e sapato. Quando estão comigo não tem birra em shopping/mercado, eles não saem correndo pro meio da rua (embora eu procure não arriscar) dificilmente agridem amiguinhos ou um ao outro e se comportam bem, mas basta outra pessoa “ficar à frente” e pronto, é teste atrás de teste até a pessoa “provar o seu valor” hahaha. Sei que os meus não são os únicos e hoje reuni aqui algumas dicas de como lidar com crianças difíceis. Firmeza. Ser firme não é ser grosseiro, mas o tom de voz é fundamental. Um tom alto (não gritando, óbvio) e seguro basta. Tente e verá. Postura Parece brincadeira mas não […]

Leia mais)

Ameaças vazias e seus efeitos nas crianças

joana scheer Em January 2nd, 2016

O que fazer com as ameaças vazias? Primeiramente quero dizer que não sou pediatra, médica, super nanny ou especialista. Sou mãe e esse texto é baseado no que eu vivo, no que eu faço e no que eu penso sobre a maternidade. Aqui não tem receita infalível. Eu não tenho problemas em sair com os três pra ir ao shopping ou ao mercado, mas basta mais uma pessoa pra que tudo mude e se transforme em um caos. No intuito de chamar a atenção dessa terceira pessoa eles se agitam, brigam, correm quando eu peço pra ficar perto  e eu preciso em um ato de desespero recorrer à ameaças, o que eu detesto fazer. “Se você não obedecer precisaremos ir embora.” “Se brigarem de novo eu vou guardar o brinquedo.” “se bater mais uma vez no irmão vai pro castigo”, e por aí vai. Algumas vezes eu fiquei TÃO fora de mim, com raiva, vergonha, tristeza, decepção, tudo junto num bolo de negatividade dentro de mim que fiz as famosas “ameaças vazias” que sempre colocam tudo a perder. Por que? Bom, se você fala algo pra uma criança e não faz, aos poucos ela vai perdendo a confiança no que […]

Leia mais)

Como ser mãe me fez ter mais compaixão

joana scheer Em December 30th, 2015

Ver o mundo com olhos de mãe faz dele um lugar melhor. Todo ser humano parece ter a síndrome do juiz. Todo mundo se acha no direito de julgar e apontar o dedo pro outro, esquecendo dos próprios erros e defeitos. Eu também já fui assim. Eu já disse em outros posts que eu era daquelas que achava o cúmulo do absurdo uma criança se jogar no chão do mercado por causa de uma barra de chocolates ou parar o shopping por causa de um brinquedo. “Meu filho nunca vai fazer isso”, cansei de dizer. Não preciso nem comentar que paguei a língua, né? Hoje em dia isso não acontece, Mika e Gab passaram dessa fase e hoje eu consigo conversar com eles embora as outras pessoas tenham certa dificuldade em lidar com os pequerruchos. Mas o Dani ainda é pequeno, vai chegar nessa fase então provavelmente ainda vou vivê-la algumas vezes. Hoje eu sinto compaixão quando vejo uma mãezinha envergonhada com seu filho escandaloso. Me sinto assim por já ter passado por isso, por já ter pensado o que pensei e por saber como ela se sente. Basicamente me coloco no lugar dela. E isso acontece em diversas outras […]

Leia mais)

Sobre o vídeo do menino quebrando tudo na escola

joana scheer Em October 30th, 2015

Vi recentemente um video de um menino de 7 anos quebrando tudo na escola. Enquanto ele jogava papéis, cadeiras e caixas no chão os funcionários filmavam indignados cogitando chamar a policia. O vídeo tem mais de 4 milhoes de visualizações e mais de 100.000 compartilhamentos e apareceu na minha timeline do facebook umas 10 vezes pelo menos em um só dia. E em todos, comentários do tipo “isso é um pequeno marginal”, “meu filho jamais faria isso”, “isso é culpa dos pais que não educam”, todo mundo tinha algo a dizer do menino, ou de seus pais. Os autores do vídeo escreveram uma pergunta… “o que fazer? Indiciar os pais?”. Eu raramente falo algo de peso em redes sociais porque sinceramente tenho preguiça de discutir, mas essa pergunta eu vou ter que responder.

Leia mais)

Segredos da maternidade

joana scheer Em October 8th, 2015

A gente vê pela internet imagens de crianças e mamães sorrindo, felizes e contentes. Assistimos na televisão comerciais aonde uma mãe linda, maquiada e super disposta preparar um café da manhã com tudo o que tem direito antes dos filhos irem pra escola. Bebês e mamães brincando durante a troca de fraldas, uma festa do algodão doce. Só que na vida real não é bem assim… Reuni aqui uma lista do que as mães guardam pra elas sobre a árdua e deliciosa maternidade.   A dor da peridural não é tudo isso. Dizem que dói muito, mas não é bem uma dor. O que incomoda mesmo é uma fisgada e o fato de ter alguém com uma agulha na sua coluna. Amamentar dói. Depois acostuma, mas no início pode até sangrar, e dói mesmo. O leite pode levar até 3 dias pra começar a descer, não se desespere. Quando tive o primeiro filho fiquei desesperada porque achei que não teria leite. Ele nasceu, sugava e nada. Quando o parto é normal/natural normalmente desce mais rápido porque a passagem do bebê pelo canal vaginal “avisa” o cérebro de que é hora de produzir leite. Após uma cesariana o leite pode levar […]

Leia mais)

Sobre como é ter três bebês pequenos ao mesmo tempo

joana scheer Em September 16th, 2015

  Muita gente me pergunta como eu consigo lidar com três filhos pequenos ao mesmo tempo principalmente quando se trata de um na fase de ansiedade de separação, um “terrible two” e um “threenager” juntos! Vou falar um pouco sobre isso hoje. Não sei o que as pessoas imaginam, mas pela intensidade dos comentários que ouço penso que a maioria imagina uma guerra dentro de casa, o caos instalado. E é mais ou menos isso mesmo, mas é assim na maioria das casas com pelo menos um filho, então a diferença não é muita. Minha casa nunca está arrumada. Tem sempre algum brinquedo em todos os lugares da casa, principalmente atrás e debaixo dos sofás e poltronas. É difícil sair com todos ao mesmo tempo quando meu marido não está. É possível, mas difícil e todo um planejamento é necessário antes de sair, de preferência no dia anterior. O Gabriel que tem 2 anos está na fase de teimosia sem argumentos, então quando dá na telha faz birra e se joga no chão, o que pra mim na verdade não é um grande problema mas com um bebê de 6 meses no colo dificulta um pouco a vida. Com o de […]

Leia mais)

Meu filho precisa de psicólogo, e agora?

joana scheer Em August 31st, 2015

  Meu filho mais velho tem 3 anos e é uma das crianças mais carinhosas que eu já vi. É inteligente, amoroso, doce, puro de coração e bondoso… mas… Desde que coloquei-o na escolinha ele desde o início apresentou comportamento agressivo. Batia nos amigos, mordia e tinha ataques de raiva que eram desencadeados quando qualquer coisa não era como ele queria. Ficava completamente descontrolado e chegou a levantar com os pés uma mesa enorme com computador e aquelas impressoras grandes em cima. Um adulto não conseguia segurá-lo durante os ataques. A diretora da escola na época me aconselhou a passá-lo com uma psicóloga, e meu mundo caiu naquele momento! Meu filho, lindo, doce, carinhoso, amável tinha um pr oblema que eu não podia resolver! Aliás, naquele momento ele ERA um problema, pelo menos na minha mente. Imaginei a vida que ele poderia ter se as coisas continuassem assim como se fosse uma sentença. Imaginei ele sendo a “criança problema” das escolas (aliás, professores… jamais chamem uma criança assim), não querendo estudar, crescendo rebelde, se envolvendo com drogas… me imaginei chorando de madrugada esperando ele voltar.. Acho que dá pra ter uma noção do quão TERRÍVEL foi pra mim!   Como toda mãe faz, eu […]

Leia mais)

Facilitando as viagens com crianças…

joana scheer Em August 25th, 2015

Viagens com crianças não são nada fáceis. Por mais que planejemos sair num determinado horário sempre nos atrasamos e quase sempre esquecemos alguma coisa. Por isso preparei uma lista que me serve de base pra uma organização melhor. Levante pelo menos uma hora ANTES do que você gostaria. Eu cheguei a conclusão que eu levo a preguiça em consideração quando calculo o tempo de saída e bom, não acho que eu seja a única que faz isso. Se você acha que dá tempo de levantar às 6h pra sair às 7h, levante às 5h. Garanto que assim você não vai se atrasar. Arrume tudo o que for possível na noite anterior. Sempre leve um lanche e água no carro.

Leia mais)