Como falar de abuso sexual com as crianças

joana scheer Em May 4th, 2017

Abuso sexual é um assunto muito pesado, mas nos dias de hoje é imprescindível que as crianças saibam como se defender. E é sobre isso que eu falo no vídeo de hoje lá no canal! Como abordar este assunto com as crianças pequenas? Como fazê-las entender que existem pessoas malvadas por aí, e que nem todo mundo é amigo? É difícil pra eles entender o que é a maldade, até porque nos desenhos infantis o vilão é sempre o mais legal, descolado e maneirão. Mas a gente bem sabe que no mundo real não é nada disso. Compartilhe este vídeo com todas as pessoas que você conhece que tenha filhos (pequenos e até grandinhos), vamos proteger nossos pequenos.

Leia mais)

6 fotos de seu filho que você deve TIRAR da internet IMEDIATAMENTE

joana scheer Em September 25th, 2016

Todo mundo gosta de tirar foto dos filhos né? Eu mesma tenho centenas de fotos de meus filhos e praticamente nenhuma minha, acho que isso vem no pacote maternidade/paternidade não é mesmo? Eu posto fotos deles no Snapchat, Instagram, Facebook e até aqui no blog. Mas sempre tomo muito cuidado na escolha dessas fotos. Gosto de acreditar que a maioria das pessoas ainda é boa, mas infelizmente não podemos viver apoiados neste pensamento, precisamos cuidar da segurança e integridade de nossos pequenos. Tem muita gente ruim por aí e a internet é uma porta pro mundo. Hoje vou listar aqui seis tipos de fotos de seus filhos que você deve tirar da internet já. (eu pessoalmente nem clico esse tipo de foto pra não ter perigo, sou meio neurótica com essas coisas). Foto de crianças/bebês com roupas íntimas ou nuas. Para as pessoas no geral este é o tipo de foto clássica, fofa e na realidade a maioria das pessoas não vê maldade em fotos assim. Mas pedófilos são reais e buscam por essas fotos para saciar seu prazer doentio além de utilizá-las em seus sites alimentando o desejo imundo de vários deles. Fotografias com a criança vestida com o […]

Leia mais)

O que estamos fazendo com as nossas crianças?

joana scheer Em March 2nd, 2016

Somos parcialmente responsáveis pela formação de caráter de um ser humano, isso é muito sério! Quando nasce um filho precisamos abdicar de muitos dos nossos planos e desejos daquele momento, deixar de sair, deixar de dormir uma noite completa (o que em mim pelo menos tem efeitos desastrosos), comer comida gelada, tomar banho quando dá e às vezes ir dormir sem banho mesmo, entre muitas outras coisas. Algumas mães ou pais ainda precisam trabalhar fora e não conseguem dispensar a atenção que gostariam a seus filhos. Abdicar de tudo assim é muito difícil, e existem de fato pessoas que não conseguem. Deixam os filhos sempre com os avós pra sair pra balada, curtir a noitada. Outro pais preferem deixar seus filhos passarem seus dias com o Doki ou a Peppa na TV porque, afinal de contas, tem muita coisa pra fazer e não tem como deixar de fazer tudo pra brincar com os filhos. Pais que, pra tentar suprir essa falta –e pra aliviar o sentimento de culpa- enchem os filhos de coisas, presentes, roupas e brinquedos. Come um no sofá outro na mesa, um vendo TV e outro mexendo no celular, mas nunca conversando. Somos parcialmente responsáveis pela formação […]

Leia mais)

Como ser mãe me fez ter mais compaixão

joana scheer Em December 30th, 2015

Ver o mundo com olhos de mãe faz dele um lugar melhor. Todo ser humano parece ter a síndrome do juiz. Todo mundo se acha no direito de julgar e apontar o dedo pro outro, esquecendo dos próprios erros e defeitos. Eu também já fui assim. Eu já disse em outros posts que eu era daquelas que achava o cúmulo do absurdo uma criança se jogar no chão do mercado por causa de uma barra de chocolates ou parar o shopping por causa de um brinquedo. “Meu filho nunca vai fazer isso”, cansei de dizer. Não preciso nem comentar que paguei a língua, né? Hoje em dia isso não acontece, Mika e Gab passaram dessa fase e hoje eu consigo conversar com eles embora as outras pessoas tenham certa dificuldade em lidar com os pequerruchos. Mas o Dani ainda é pequeno, vai chegar nessa fase então provavelmente ainda vou vivê-la algumas vezes. Hoje eu sinto compaixão quando vejo uma mãezinha envergonhada com seu filho escandaloso. Me sinto assim por já ter passado por isso, por já ter pensado o que pensei e por saber como ela se sente. Basicamente me coloco no lugar dela. E isso acontece em diversas outras […]

Leia mais)

Sobre o vídeo do menino quebrando tudo na escola

joana scheer Em October 30th, 2015

Vi recentemente um video de um menino de 7 anos quebrando tudo na escola. Enquanto ele jogava papéis, cadeiras e caixas no chão os funcionários filmavam indignados cogitando chamar a policia. O vídeo tem mais de 4 milhoes de visualizações e mais de 100.000 compartilhamentos e apareceu na minha timeline do facebook umas 10 vezes pelo menos em um só dia. E em todos, comentários do tipo “isso é um pequeno marginal”, “meu filho jamais faria isso”, “isso é culpa dos pais que não educam”, todo mundo tinha algo a dizer do menino, ou de seus pais. Os autores do vídeo escreveram uma pergunta… “o que fazer? Indiciar os pais?”. Eu raramente falo algo de peso em redes sociais porque sinceramente tenho preguiça de discutir, mas essa pergunta eu vou ter que responder.

Leia mais)

Relato dos meus partos e a violência obstétrica que sofri

joana scheer Em September 7th, 2015

  Como toda mãe eu tinha um sonho de como seria a gestação, o chá de bebê e o parto. Mas nem tudo é como a gente sonha. Hoje vou relatar cada um dos meus partos, e a violência obstétrica que sofri em dois deles. Aqui no blog tem um post sobre a violência obstétrica, leia aqui.   Mikael Hoje o Mika tem 3 aninhos. Fiquei saltitante quando descobri a gravidez, mas o papai deles ficou morrendo de medo. Nos mudamos pra outra cidade, mais próxima do hospital porque aonde morávamos na época era bem isolado. Sonhava com o par to natural, não queria nem anestesia. A gravidez correu perfeitamente e eu não senti nada, cansaço, sono, nada disso. Cheguei a pular um muro com 8 meses e meio de gravidez porque tinha perdido a chave de casa. Enfim, não éramos casados. No dia 03.03.12 nos casamos e no dia 04.03 quando acordei havia um liquido na cama. Não sabia se a bolsa tinha estourado ou não então corremos pro hospital pra saber. Se não tivesse estourado eu voltaria pra casa e esperaria. Chegamos lá e fomos bem atendidos. Um enfermeiro fez o toque e saiu. Depois de uma meia hora voltou […]

Leia mais)

Violência obstétrica: O que é e como denunciar

joana scheer Em September 7th, 2015

Uma em cada 4 mulheres sofre violência obstétrica no Brasil e muitas delas nem sabem do que se trata. Era o meu caso… você pode ler o relato dos meus três partos aqui. No meu caso ocorreu só na hora do parto, mas a violencia obstétrica vai muito além da sala de parto. Hoje vou falar um pouco sobre cada um dos tipos e como denunciar. Violência obstétrica durante a gestação Toda mulher tem direito não só a um pré natal, mas um pré natal de QUALIDADE visando a saúde e bem estar da mãe e do bebê em todo o período de gestação. É considerada violência obstétrica: negar ou dificultar atendimento à mulher aonde ela realiza o pré natal. qualquer, QUALQUER comentário negativo e constrangedor em relação à mulher, seja pela cor, raça, condição socioeconômica, número de filhos, etc…   ofender de qualquer maneira a mulher ou sua família agendar cesárea SEM RECOMENDAÇÃO ou evidencias de real necessidade atendendo aos interesses ou conveniencia do médico   Violência obstétrica no parto Pouca gente sabe mas no Brasil toda mulher tem direito a um acompanhante na sala de parto, pré e pós parto também, além de ter o direito de ser tratada como […]

Leia mais)