Carta de uma mamãe de recém nascido ao seu marido

Em September 22nd, 2015
Categorias: Textos

 A gestação traz alegria, muita alegria. Mas com essa alegria vem o medo.

Medo de ser uma mãe ruim, medo de desapontar o marido, medo de não corresponder às expectativas (da família, amigos, marido e as dela mesma). Eu sentia tanta coisa, chorava do nada, parecia uma louca mas dificilmente dizia o que sentia pro meu marido. Eu mesma não entendia direito o que eu estava sentindo naquele momento e foi difícil pra mim lidar com tudo, principalmente comigo mesma. Se meu marido tivesse entendido como eu estava me sentindo naquele momento tão delicado provavelmente teria me ajudado mais e teríamos discutido menos. Escrevi uma cartinha com tudo o que eu gostaria de ter dito ao meu marido quando meus filhos nasceram. Acredito que muitas mamães vão se identificar.

 

Amor…

quando eu chegar da maternidade estarei com medo, mesmo que já tenha sido mãe antes. Por favor compreenda e me acalme quando eu pirar. Diga que vai dar tudo certo mesmo que você também esteja com medo. Prometo te fortalecer quando você estiver inseguro mas por favor me ajude agora.

Eu vou chorar mesmo que eu esteja feliz. Meus hormônios estão bagunçados dentro de mim e tudo o que você pode fazer neste momento é me acolher.

Eu te amo e me sinto muito atraída por você mas talvez não tenha muita vontade de fazer sexo agora. Se você entender esse momento meu e se deitar comigo sem pretensão, só pra ver um filme e me dar colo enquanto o bebê dorme terá uma grande surpresa quando eu me recompor física e emocionalmente.

Aliás, não ligue se eu dormir durante o filme. Eu estou realmente exausta e me sinto confortável nos seus braços.

Eu não amo mais o bebê do que você. Se dou mais atenção à ele por enquanto é porque tenho muito medo de errar.

Eu realmente preciso dormir um pouco e provavelmente farei isso nos primeiros dias ao invés de limpar e arrumar a casa como de costume. Por favor seja compreensivo.

Me abrace muito e sorria pra mim, estou mais sensível que o normal e essas atitudes me fazem sentir mais segura.

Eu vou acordar mau humorada mais frequentemente por enquanto porque não é nada fácil ter o sono picado.

Me ajude mais com a casa por favor, mesmo que chegue cansado do trabalho. Eu não fico dorPaimindo o dia inteiro e cuidar do bebe é uma tarefa muito mais complexa e difícil do que você imagina. Preciso de tempo pra me recompor e me organizar. Não preciso que faça tudo, mas uma louça a menos pra lavar, uma leva de roupas a menos pra lavar/guardar já fazem toda a diferença.

Leve meu repouso a sério e me ajude a fazer isso também. Muitas vezes vou realizar tarefas que não deveria por enquanto e preciso que chame a minha atenção, mas com cautela e amor.

Por favor me ajude de madrugada. Você troca as fraldas e eu dou o mamá, que tal?

Faça o possível para que eu me sinta segura. Eu me acho feia no momento.

O instinto materno é mais forte do que eu. Não fique zangado se eu ficar dando “palpites”. Não sou melhor do que você nem quero passar essa mensagem. Eu só não consigo controlar.

Não me de o bebê só porque ele começou a reclamar. Fique com ele um pouco mais e tente acalmá-lo também, você consegue!

Eu vou mudar um pouco agorapai (1). Talvez me importe mais com a minha saúde, talvez tenha medo de fazer coisas mais ousadas. A frase “quem vai cuidar do bebe se eu me machucar?” ecoa na minha mente toda vez que eu penso em fazer alguma coisa.

Assim como você está aprendendo a ser pai, eu estou aprendendo a ser mãe. Não aponte meus erros, me encoraje. Assim você me motivará a ser uma mãe e esposa melhor.

Tenha boa vontade. Se você fizer todos os itens acima de cara feia eu vou me sentir muito, muito mal.

Eu te amo mais agora do que antes. É impressionante olhar pro nosso bebê e imaginar que você e eu juntos conseguimos fazer essa obra de arte. É lindo olhar pra ele e ver nossos traços misturados em um ser humano só.

Enquanto você brinca com o bebê olhe pra mim e verá a cara de boba que expressa o amor que eu sinto pela nossa família. Esse sentimento pra mim é o maior, melhor e mais intenso que eu já senti.

E bom, obrigada por me escolher pra ser a mãe dos nossos filhos. Sei que nem tudo é como antes e nunca mais vai ser, mas com o tempo teremos mais oportunidades pra passar mais tempo a sós, a fase das birras vai chegar mas também vai passar, haverão momentos desagradáveis mas estes nunca serão maiores do que os momentos bons. E não se preocupe demais com o fato de ter de cuidar de nós. Estamos juntos e vai dar tudo certo.

Eu te amo.

Ler mais sobre: Textos
Por Joana
joana scheer comente
Comente